Ansiedade Social: Quais os sintomas e como tratar?

Ansiedade Social: Quais os sintomas e como tratar?

A ansiedade social está presente em diversos momentos da vida, mas pode se tornar um transtorno severo, gerar muito desconforto e comprometer a qualidade de vida. 

 

Ansiedade social é normal quando está associada ao sentimento de desconforto que sentimos quando precisamos falar em público, ou quando estamos em ambientes onde não conhecemos as outras pessoas. É uma preocupação de certo modo natural com relação à nossa própria imagem. No entanto, torna-se um transtorno severo e motivo de preocupação, quando essas interações sociais causam uma ansiedade irracional, comprometendo a qualidade de vida.

Pessoas com transtorno de ansiedade social, ou fobia social, sentem angústia, medo e constrangimento até mesmo nas interações sociais cotidianas.

 

Vamos compreender melhor esses sintomas.

 

Como identificamos o transtorno de ansiedade social?

 

Os transtornos de ansiedade social nem sempre são percebidos de forma clara e podem ser caracterizados apenas como simples timidez e insegurança diante de ambientes e situações novas. Em quadros assim, porém, é normal que com o tempo as pessoas se ambientem e fiquem à vontade nas situações. O contrário disso faz com que liguemos o alerta.

 

Em entrevista ao médico Dráuzio Varela,  o Dr. Márcio Bernik, psiquiatra, responsável pelo Ambulatório de Transtornos de Ansiedade do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo, aponta os seguintes sintomas de ansiedade social: 

 

  • O medo excessivo de situações em que possa ser julgada; 
  • A preocupação com constrangimento ou humilhação;
  • O receio de ofender alguém.

 

De acordo com o médico, pessoas com fobia social possuem uma sensibilidade muito elevada podendo mais facilmente se sentir humilhadas, ou rejeitadas em ambientes interpessoais onde há pessoas desconhecidas, ou com as quais tenham pouca intimidade, diante de pessoas do sexo oposto ou de autoridades. 

 

Esse sentimento pode surgir na infância, adolescência e seguir na vida adulta, levando às pessoas a perder oportunidades no trabalho, pela necessidade que têm de “não serem percebidas”.

 

O que provoca a Ansiedade Social?

Não há um fator específico que faz com que uma pessoa tenha transtorno de ansiedade social, mas ele pode estar relacionado com:

  • Características genéticas;
  • Estilos e traços de personalidade: introversão (preferem ficar mais isoladas), timidez (sentem-se desconfortáveis em situações sociais) e perfeccionismo (elevadas expectativas para si mesmo leva ao receio de errar e ser julgado);
  • Traumas: abusos, bullying e provocações durante a infância e adolescência.

 

É importante ficar claro que não é a timidez propriamente, ou a introversão, por exemplo, que fazem com que a pessoa tenha fobia social. Se esse traço da personalidade não a impede de se relacionar socialmente, ou a leva a ficar solitária, então não prejudicará a sua vida.

O Dr.Márcio Bernik destaca que crianças com inibição comportamental diante de adultos e que são mais retraídas em situações sociais correm maior risco de desenvolverem o problema no futuro.

Embora a inibição comportamental comece na infância, a maioria dos pacientes adultos com fobia social relata que os transtornos surgiram na adolescência.

Outro ponto destacado pelo psiquiatra é que cerca de 30% dos casos de fobia social podem ser atribuídos a causas somente genéticas, sendo o restante relacionado a vivências complexas.

Consequências da Ansiedade Social.

A fobia social pode provocar uma série de complicações na vida das pessoas. Além de afetar os relacionamentos pessoais, ela pode levar a:

  • Baixa autoestima;
  • Pensamentos negativos;
  • Depressão;
  • Sensibilidade à crítica;
  • Abuso de álcool e drogas;

Como a pessoa não consegue enfrentar muito bem as pressões sociais, outros problemas de ansiedade podem surgir na vida adulta.

Quais as opções de tratamento?

Antes de qualquer coisa, o diagnóstico deve ser feito por um médico, tendo como base os sintomas apresentados.

Tratamentos psicoterapêuticos são indicados, mas pode ser necessário um medicamento para reduzir a ansiedade.

Duas ações importantes, porém, podem ajudar o paciente com ansiedade social a enfrentar as situações cotidianas:

  • Controlar os sintomas físicos da ansiedade por meio de técnicas de relaxamento e exercícios respiratórios;
  • Modificar os pensamentos negativos que causam ansiedade em situações sociais.

Por fim, é importante destacar que quanto mais cedo o problema for enfrentado, melhores serão os resultados.

Está com dúvidas, entre em contato. Vamos conversar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Assuntos diversos

Como identificar um Relacionamento Abusivo?

Relacionamentos abusivos causam danos psicológicos graves, mas os sinais nem sempre são percebidos pelos envolvidos, levando-os ao abismo emocional, ou até mesmo a situações ainda mais dramáticas e de perigo à vida. Relacionamentos abusivos ocorrem com frequência, mas nem sempre são percebidos pelos envolvidos. Como alguns sinais não são muito óbvios — com empurrões, agressões

Ler mais»
INSONIA
Transtornos diversos

Insônia: O que fazer para passar as noites sem ela?

Se a insônia surge no meio da sua noite e fica instalada até o dia clarear, saiba que existe tratamento para minimizar esse transtorno e é muito importante investigar as causas que fazem com que ela aconteça. A insônia é um problema do sono muito comum nos adultos. Estudo realizado pela Associação Brasileira do Sono

Ler mais»
hipocondriaco
Patologias

Hipocondria: Quais os sintomas e como tratar?

O hipocondríaco, basicamente, é toda pessoa que tem preocupação excessiva com doença. Entenda melhor os sintomas e veja como tratar. A hipocondria caracteriza-se pela preocupação excessiva com doenças e leva ao medo com relação à saúde, transformando-se num verdadeiro transtorno de ansiedade para a pessoa. Estudos revelam que os hipocondríacos tendem a ficar presos em

Ler mais»
terapia online x presencial
Assuntos diversos

Terapia: atendimento online x atendimento presencial

Quem busca uma terapia hoje em dia fica em dúvida sobre que modalidade escolher: online ou presencial. Veja as principais características de cada uma.   Fazer terapia é uma decisão muitas vezes cercada de dúvidas, mas, com toda certeza, é um passo importante na vida de qualquer pessoa. A questão principal, hoje em dia, é

Ler mais»
atendimento online
Assuntos diversos

Dicas de como fazer um atendimento online de qualidade.

Fique atento para as dicas de como fazer um atendimento online de qualidade   Dicas para atendimento online Atendimento via celular:  Não esqueça de verificar se o mesmo está carregado Se a internet será via 5g /4g ou wifi e se a mesma e se a mesma está funcionando  Se o aplicativo da plataforma já

Ler mais»
ansiedade
Transtornos diversos

Ansiedade: o que fazer para controlar?

Ansiedade é a forma do seu corpo reagir às situações de estresse do dia a dia, mas, quando ocorre com frequência, traz muito desconforto. O que fazer para controlá-la? A ansiedade é a resposta natural do seu corpo ao estresse. Na maioria das vezes, surge com o sentimento de medo ou apreensão sobre o futuro,

Ler mais»