5 dicas para manter sua mente saudável

Para quem quer manter a mente saudável, começar a fazer exercícios é uma boa prática. Saiba mais lendo as cinco dicas que separamos para você.

Manter a mente saudável parece um desafio impossível de ser alcançado. Ainda mais nesse mundo com tantas agitações, cobranças constantes, que nos trazem angústia, ansiedade e depressão.
Assim como o corpo físico, a mente também precisa ser cuidada para que haja a prevenção dessas condições tão extremas. A prática de exercícios, por exemplo, é bastante recomendada, tanto para cuidar do corpo como da mente.
Você pode melhorar a saúde da mente, adotando algumas medidas bem positivas. Veja essas cinco dicas:

**Dica 1: Pratique exercícios físicos.**

A famosa citação do poeta romano Décimo Júnio Juvenal que diz “uma mente sã num corpo são” tem de fato muito de verdade.
São muitos os estudos científicos que comprovam os benefícios que a prática de exercícios frequentes traz para a saúde do corpo e da mente, e alguns motivos são:

*Previne doenças crônicas que causam sofrimentos mentais. É difícil lidar com a dor ou debilidade que acompanha um problema de saúde por muito tempo;

*Traz mais vigor e energia e faz você ficar mais bem-disposto, sentindo-se fisicamente preparado para enfrentar as duras demandas do dia a dia;

*Reduz estresse e a ansiedade. Além de liberar endorfina, o hormônio da felicidade, relaxa a musculatura, reduzindo o aparecimento de problemas físicos, tensões e dores de cabeça;

*Fortifica a memória, pois exercitar-se com frequência estimula o nascimento de células novas, retardando o envelhecimento.

**Dica 2: Alimente-se corretamente**

Uma dieta saudável e balanceada é fundamental para a saúde física e há crescentes evidências de que faz bem para a mente.
A dieta pode desempenhar um importante papel no desenvolvimento, gerenciamento e prevenção de várias condições, incluindo esquizofrenia, depressão, transtorno do deficit de atenção, hiperatividade e doença de Alzheimer.
Embora não controle essas condições mentais, associada a outros tratamentos, uma boa alimentação pode desempenhar um complemento muito importante no gerenciamento desses estados.
O cérebro, como qualquer outro órgão, também precisa de nutrientes específicos para funcionar com toda a sua potencialidade. Certos alimentos podem melhorar a aprendizagem e a concentração, outros são capazes de retardar o envelhecimento.

**Dica 3: Tenha momentos com amigos**

Participar de atividades sociais, sair e conversar com amigos são coisas simples de fazer, mas que têm um efeito muito positivo por estimularem a sua mente.
Quanto mais diversificados os seus amigos são, mais eles desafiam você a pensar de forma criativa. Eles mantêm a sua mente aberta.
Outro aspecto muito importante sobre conversar com amigos está na possibilidade de você desabafar em momentos de angústia ou tristeza. O simples ato de se abrir leva uma sensação de tranquilidade para a mente.
Quando você abafa as suas dores pode desenvolver problemas mentais como distúrbios psicológicos, depressão e ansiedade. Encontrar alguém em quem possa confiar para conversar pode lhe fazer muito bem.

**Dica 4: Faça coisas que lhe deem prazer**

Uma forma de manter a mente saudável é fazer algo prazeroso e que lhe deixe feliz. Se você gosta de ler, arrume um canto confortável e mergulhe na viagem do seu livro.
Se o seu negócio é ouvir música, envolva-se com as melodias, sinta-se conectado a energia de cada acorde. Músicas têm importantes efeitos sobre a mente: as clássicas ajudam a ter mais foco e a liberar dopamina.
Umas das funções da dopamina é a administração do sistema de recompensa do cérebro. Quando realizamos ações que nosso corpo avalia como benéficas, a dopamina é liberada, criando assim uma sensação subjetiva de prazer que nos leva a repetir tais comportamentos.
Os momentos de lazer e prazer, onde relaxamos, são muito importantes para a saúde da mente.

**Dica 5: Durma bem**
Não é só o corpo que cansa. Ao final de um dia muito intenso, a mente também cansa. O momento do sono é fundamental para aliviar o corpo cansado e descansar a mente.
No momento de dormir, o local deve ser tranquilo, preparado e silencioso, para que você seja embalado em um sono profundo. O ideal é que o ambiente seja escurecido, pois, no escuro, seu cérebro produz melatonina, um hormônio natural que lhe ajuda a pegar no sono.
A melatonina atinge seu nível mais alto quando você está dormindo. Quando fica escuro, ela começa a ser produzida na glândula pineal do cérebro e lhe ajuda a dormir melhor. O ideal é eliminar do local de dormir fontes de som, luz, calor que possam acelerar o seu metabolismo e impedir o sono.
Quando a claridade provoca interrupções do sono, sentimos cansaço, irritabilidade, dores no corpo, deficit de atenção, baixa capacidade de produção e mau humor.

Por fim, uma última sugestão: procure levar a vida de forma mais leve. Valorize as coisas boas que acontecem ao final de um dia, e fortaleça-se para continuar a caminhada.
Como diz o ditado: “amanhã vai ser um novo dia.”